Insights

Com desempenho superior em relação ao Brasil, nordeste é uma grande aposta para novos mercados
Artigo

Com desempenho superior em relação ao Brasil, nordeste é uma grande aposta para novos mercados

Na contramão do restante do país, o Nordeste apresenta crescimento sólido e expressivo e, por esse motivo, é considerado um local de boas oportunidades para fabricantes e varejistas brasileiros.

Nos últimos anos, o Nordeste apresentou um crescimento significativo quando comparado a outras regiões do país. Para a executiva de atendimento da Nielsen, Sabrina Balhes, não é possível comparar esse desempenho positivo ao de nenhuma outra região. “O reflexo desse crescimento é ainda mais visível quando analisamos o investimento da indústria na região, o maior número de matrículas em universidades e a expansão de outros setores como um todo”, comenta.

Ao acompanhar o histórico de crescimento das categorias analisadas pela Nielsen nos últimos dez anos, percebe-se que o Nordeste tem um crescimento superior em relação ao Brasil. Segundo a executiva, alguns fatores externos que costumam frear a economia da região não apresentaram impactos negativos, como, por exemplo, a seca que não teve tanta força em 2014, favorecendo a agricultura.

Para Sabrina, a melhora desse cenário apresentou um reflexo positivo na inflação da região, que, junto ao aumento da renda média e menores taxas de endividamento, também contribuíram para o bom desempenho das categorias analisadas pela Nielsen.

Os canais tradicionais apresentam destaque no Nordeste. “Em mercados pequenos, de vizinhança, considerados tradicionais, os consumidores aumentam seus gastos médios. Já o atacarejo (Cash&Carry) da região apresenta um crescimento atrelado ao grande número de novos consumidores do canal. A popularização desse tipo de varejo acontece principalmente pela percepção de preços baixos e custo benefício atrelada a ele, sendo que, em itens em comum com o Autosserviço, o atacarejo é mais barato na maioria das comparações”, afirma a executiva.

O crescimento da região Nordeste apresenta diferença entre as capitais e o interior. “Apesar de ter uma evolução em patamares similares, ao analisar o IDH das regiões, nota-se uma evolução muito maior do interior, o que pode ser derivado de grandes investimentos na região. Isso indica que o interior pode ser o novo motor de crescimento do Nordeste”, conclui Sabrina.

Essas e outras informações acerca dos desafios e oportunidades no Nordeste foram apresentadas na 5ª edição do evento Nielsen Nordeste, que ocorreu no dia 14 de agosto de 2014, em Recife – PE.