Insights

Audiência do e-commerce dispara na Black Friday e supera até redes sociais
Artigo

Audiência do e-commerce dispara na Black Friday e supera até redes sociais

O número de brasileiros que visitaram os sites de varejo durante a Black Friday mais do que dobrou em relação aos dias anteriores, indica a pesquisa NetView, da Nielsen IBOPE. Mais de 10 milhões de pessoas navegaram em sites de varejistas pelo computador de casa ou do local de trabalho, o número foi 114% maior o dia anterior.

Além das lojas de varejo, outros tipos de sites de comércio eletrônico também cresceram. Os comparadores de preços chegaram a 4 milhões de visitantes únicos no dia da Black Friday, ou 239% mais do que o 1,2 milhão da sexta-feira da semana anterior. As páginas que oferecem cupons e compras coletivas atingiram 2,1 milhões de usuários únicos no dia 27, número 97% maior do que o da semana anterior. No consolidado de todas as subcategorias, o comércio eletrônico registrou 11,7 milhões de usuários únicos no dia da Black Friday.

A audiência diária dos sites brasileiros é uma novidade que está sendo apresentada ao mercado brasileiro pela Nielsen IBOPE por meio da pesquisa NetView, que desde o ano 2000, informa ao mercado a audiência mensal da internet no Brasil e, a partir de outubro de 2014, introduziu a consolidação dos dados diários de audiência da internet brasileira. A disponibilização da pesquisa com dados diários ainda está em formato beta, em testes e recebendo ajustes, e deverá ser disponibilizada aos clientes no início de 2015.

A audiência das lojas de varejo no dia da Black Friday chegou a superar o total de usuários dos sites de redes sociais. No dia 28 de novembro, os sites da subcategoria Redes Sociais/Comunidades foram visitados por 10,2 milhões de usuários únicos, ou 452 mil usuários a menos que os sites dos varejistas. A subcategoria Buscadores ficou em 10,6 milhões de usuários, que foi o mesmo patamar das lojas de varejo. Já os portais lideraram a audiência do dia 28, com 12,9 milhões de visitantes únicos.

No consolidado do mês de novembro de 2014, os sites da subcategoria Lojas de Varejo foram visitados em casa ou no trabalho por 41,4 milhões de pessoas, ou 16% mais do que os 35,5 milhões do mês anterior. A maioria das lojas de varejo registrou crescimento expressivo da audiência no mês, mas o maior aumento foi dos sites de e-commerce estrangeiro, principalmente os chineses. Esses sites que vendem produtos por importação chegaram a 21,5 milhões de usuários únicos no Brasil em novembro, o que significou um aumento de 33% sobre os 16,2 milhões de outubro.

O que mais se destacou em novembro foi a navegação em mais de um site para fazer comparação de preços. Em algumas lojas, mais de 70% dos visitantes também navegou nas páginas do concorrente. As páginas com celulares smartphones foram as mais procuradas em novembro, mas também se destacaram livros, eletrodomésticos, notebooks, televisores, roupas, calçados, móveis e decoração.

O total de pessoas com acesso em casa ou no trabalho, que é atualizado trimestralmente, chegou a 101,5 milhões, um aumento de 11,7% sobre o número anterior. Já o total mensal de usuários ativos, que são os que efetivamente fizeram uso do computador com internet, atingiu 71,9 milhões em novembro, ou 11,2% mais que o número do mês de outubro.