Insights

Infográfico: Saúde, mente e corpo – os desafios do cotidano brasileiro
Artigo

Infográfico: Saúde, mente e corpo – os desafios do cotidano brasileiro

{“order”:4,”name”:”pubdate”,”attributes”:{“sling:resourceType”:”nielsenglobal/components/content/publishdate”},”children”:null}

Uma tendência que veio para ficar é a saudabilidade. Segundo dados Nielsen, 57% dos brasileiros estão buscando perder peso e 78% deles estão mudando hábitos alimentares para cumprir com esse objetivo.

Na busca por um estilo de vida mais saudável, um produto tem sido grande aliado dos consumidores: a água de coco. A bebida tem forte presença nos lares de renda mais alta no país, e junto com a água mineral e o chá pronto, são os únicos produtos não alcoólicos que ainda registraram crescimento até maio deste ano.
Sem dúvida, nunca consumimos tanto água de coco em caixinha no Brasil quanto no último ano. Comparando 2015 versus 2013, o volume da categoria foi 40% maior, um número muito expressivo.

Hoje, o principal consumidor de água de coco é de nível socioeconômico mais alto (A ou B), vive em lares menores de 2 a 3 pessoas e mora, principalmente, na região Sudeste com destaque para o Estado de São Paulo. Ele bebe, em média, mais de 5 litros por ano e ainda concentra a maior parte do volume consumido no país, correspondendo a quase dois terços do volume total da categoria.