Insights

MMB2016: Consumidor está mais atento ao preço
News

MMB2016: Consumidor está mais atento ao preço

{“order”:4,”name”:”pubdate”,”attributes”:{“sling:resourceType”:”nielsenglobal/components/content/publishdate”},”children”:null}

Iniciamos a série de artigos do estudo anual Mudanças no Mercado Brasileiro 2016 com uma das grandes preocupações dos varejistas, fabricantes e consumidores: o PREÇO!

Com o cenário econômico de inflação, desemprego e desconfiança o consumidor se torna mais preocupado com os preços e passa a adptar suas missões de compra de acordo com o tipo de loja.

Acertar na execução das estratégias de preço é ainda mais crucial em períodos inflacionários. Na busca por custo mais baixo, observamos que o consumidor vai à loja, e, ao encontrar um preço mais alto, busca referência em outros itens da gôndola (concorrência) para compreender a nova realidade, comparando os valores em uma espécie de “efeito pescoço”. No Brasil, para todas as cestas de produtos Nielsen, exceto em Bebidas Não Alcoólicas, a influência do competidor se situa em torno de 50%.

Por isso, é essencial compreender não apenas a sensibilidade do consumidor ao preço na categoria, mas, principalmente, o posicionamento frente aos competidores e as alavancas de promoção mais adequadas. Uma boa alternativa para aumentar o consumo de Bebidas e Alimentos é a Reduação Temporária de Preço (TPR), por exemplo, ao passo que para Higiene&Beleza e Limpeza Caseira as embalagens promocionais (leve pague, produto adicional, volume grátis etc.) respondem melhor.

Acompanhe os demais insights sobre estudo “O que você precisa saber sobre o consumidor” clicando aqui. #mmb2016