Insights

Chocolates tradicionais e voltados ao segmento infantil impulsionaram a última Páscoa
News

Chocolates tradicionais e voltados ao segmento infantil impulsionaram a última Páscoa

{“order”:4,”name”:”pubdate”,”attributes”:{“sling:resourceType”:”nielsenglobal/components/content/publishdate”},”children”:null}

Imersos na crise econômica enfrentada pelos brasileiros em 2017, os consumidores passaram a fazer escolhas mais tradicionais, e na Páscoa não foi diferente, especialmente para presentear as crianças.

De acordo com os estudos provenientes do nosso Painel de Consumidores, 33% dos brasileiros não compraram nenhum tipo de chocolate para presentear na data comemorativa em  2017. Daqueles que desembolsaram, a região da Grande Rio se destacou nas compras de Ovos industrializados, enquanto o Sul e o Centro Oeste compraram mais de fabricação caseira.

“As vendas de Ovos de Páscoa apresentaram uma retração de volume por volta de 14,5% em 2017, inferior à Páscoa de 2016, em que as vendas haviam retraído cerca de 30%. Avaliando os segmentos, a queda ocorre tanto em produtos para Adultos quanto para Crianças, sendo que a retração é maior nos itens de maior preço, como, por exemplo, embalagens com brinquedos”, destaca Carolina Araújo, nossa líder para a indústria de Alimentos.

Quem são os queridinhos? Os chocolates tradicionais foram eleitos como uma das alternativas favoritas dos brasileiros em 2017, especialmente quando os presenteados eram adultos. As vendas dos demais formatos de Chocolates (barras, caixas de bombom, embalagens promocionais, entre outros) apresentaram tendência positiva, crescendo cerca de 10% na Páscoa de 2017 em relação a  2016.

Lançamentos também tiveram destaque positivo na data, tanto em ovos quanto em outros formatos de chocolates, como os coelhos, ovinhos, caixas de bombom e embalagens promocionais.

Fonte: Talk About “Chocolates tradicionais e crianças como público-alvo impulsionaram a última Páscoa” | Retail Index. T.Brasil Alimentar, Categoria Ovos de Páscoa, 2016 e 2017.