Insights

De um lado mais poder, de outro pressão no bolso!
Report

De um lado mais poder, de outro pressão no bolso!

{“order”:6,”name”:”pubdate”,”attributes”:{“sling:resourceType”:”nielsenglobal/components/content/publishdate”},”children”:null}

O ano de 2016 foi desafiador para todos os personagens do consumo, incluindo o varejo. Com 13,4 milhões de lares com algum membro desempregado, alta nos preços e necessidade de contenção de gastos, as famílias se adequaram a este cenário desfavorável, desembolsando menos, ou seja, freando o consumo.

No ano passado, as Cestas Nielsen retraíram 5,8% em relação à 2015, sendo que um terço dessa retração ocorreu pela alta taxa de desemprego.

Outro fator que impactou o mercado de consumo foi o desabastecimento dos supermercados. As cestas Nielsen com maior redução, no caso Bebidas Não Alcoólicas e Perecíveis, são as que mais sofrem com a ruptura.

Para equilibrar essa balança, o consumidor foi obrigado a ter mais foco nas escolhas e decisões de compra.

Em 2016, a troca de marca se tornou a primeira medida, sendo que em 2014 ocupava a sexta posição. Em sequência, ele reduz o gasto no supermercado, consumindo menos, mas sem trocar as marcas que mais gosta, e, em terceiro, desembolsa menos com alimentação fora do lar ou lazer.

Neste contexto, o Atacarejo e Vizinhança se destacam, resultado de um esforço do varejo, que está desenvolvendo esses canais e buscando fortalecer o papel e benefícios na mente dos consumidores. O Atacarejo se amadurece como canal após uma expansão de lojas e adequações para receber cada vez melhor o público de pessoa física, o que trouxe ganho em 2016 de 3,8p.p, atingindo uma importância de 32,3% no Brasil. O canal Vizinhança chama atenção com posicionamento de conveniência, sendo destaque para famílias que estão mais impactadas pela crise.

A procura por promoções é outro escape para esses domicílios. O abastecimento e a reposição, por meio de produtos mais baratos e/ou promocionais, têm crescido, bem como maior flexibilidade na forma de pagamento, com destaque para cartão de loja (+12%) e fiado (+24%). O consumo dentro do lar também se evidencia, principalmente para Bebidas Alcoólicas, cesta de melhor desempenho no Autosserviço (+10,7%).

Embalagens econômicas, da mesma forma, ganham relevância, sendo as grandes mais procuradas para categorias básicas, pequenas para categorias supérfluas e promopacks para itens de cuidado pessoal.

Baixe no botão ao lado nosso paper completo!

Baixar One Page

Baixar One Page

De um lado mais poder, de outro pressão no bolso!

To access the full report, please provide the following info:

Pressionando o botão “Enviar”, concorda com nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso.