Imprensa

55% dos aparelhos celulares vendidos no Brasil possuem acesso à internet

Além disso, 43% dos usuários de smartphones navegam na internet mais de três vezes por dia e 38% deles possuem mais de 21 aplicativos nos aparelhos

São Paulo, Brasil, agosto de 2012 – De acordo com a Pesquisa Global sobre a Confiança e Intenções de Gastos do Consumidor, realizado pela Nielsen (www.nielsen.com), provedora global de informações e insights, o brasileiro é um dos mais confiantes do mundo (veja gráfico abaixo), mas começa a sentir os reflexos da desaceleração na atividade econômica provocada pela crise européia. As estatísticas mostram que o país caiu quatro pontos nos índices de confiança no segundo trimestre de 2012. “Como a confiança no Brasil está entre as mais altas do mundo, a situação não é alarmante, porém deve ser observada com cuidado”, diz Claudio Czarnobai, analista de mercado da Nielsen

De fato, os brasileiros começam a tomar medidas para controlar seus gastos. Em comparação a esta mesma época do ano passado, o estudo mostra que 55% dos entrevistados disseram ter reduzido entretenimento fora do lar no segundo trimestre. Logo em seguida, estão à redução de gastos com roupas novas (53%), as despesas telefônicas (52%), gás e eletricidade (48%) como as ações mais citadas pelos entrevistados.

Quitando dívidas do cartão de crédito

Já quando os participantes do estudo respondem sobre como utilizar recursos excedentes após cobrir as despesas essenciais, 37% dos brasileiros disseram que quitariam suas dívidas (cartões de crédito/empréstimos), seguida por compra de roupas novas (30%), enquanto 20% gastariam em melhorias ao lar/decoração. Somente 11% disseram que aplicariam o dinheiro excedente na caderneta de poupança.

Sobre a pesquisa e a metodologia

A Pesquisa Global sobre a Confiança e Intenções de Gasto do Consumidor da Nielsen foi conduzida de 4 a 21 de maio de 2012 e entrevistou mais de 28 mil consumidores com acesso à Internet em 56 países na Ásia-Pacífico, Europa, América Latina, Oriente Médio, África e América do Norte. A amostra possui quotas de faixas etárias e sexo para cada país com base nos internautas de cada país e é ponderada para ser representativa dos consumidores com acesso à Internet, tendo uma margem de erro máxima de ±0,6%. Esta pesquisa da Nielsen se baseia apenas no comportamento de entrevistados com acesso à Internet. As taxas de penetração de Internet variam por país. A Nielsen utiliza um reporte padrão mínimo de 60% da penetração de Internet ou uma população de no mínimo 10 milhões de usuários de Internet para que o país seja incluído na pesquisa. A Pesquisa Global da Nielsen, que inclui o Índice de Confiança Global do Consumidor, foi estabelecida em 2005.

Sobre a Nielsen

Nielsen Holding N.V. (NYSE: NLSN) é uma empresa global de informação e pesquisa com posições de liderança nos mercados de marketing e informação do consumidor, televisão e mensuração do outros meios, inteligência online, pesquisa de celulares, feiras e propriedades relacionadas. A Nielsen está presente em aproximadamente 100 países, com sedes em Nova Iorque, EUA, e Diemen, Holanda. Para mais informações, por favor, acesse www.nielsen.com

Contato para imprensa

Versátil Comunicação Estratégica (www.versatilcomunicacao.com.br)
Mariana Vieira (mariana@versatilcomunicacao.com.br)
Sandra Takata (sandra@versatilcomunicacao.com.br)
Tel: (11) 2832-5505