Imprensa

Apesar de mais cautelosos, brasileiros não abrem mão de roupas novas, viagens e melhorias no lar

Intenção de gastos com estes três itens cresceu nos últimos meses, mas pagar as dívidas, cartão
de crédito e empréstimos é prioridade da população neste primeiro semestre.

São Paulo, Brasil (julho de 2013) – De acordo com a pesquisa Global de Confiança do Consumidor do 2º Trimestre deste ano, realizada pela Nielsen, (www.br.nielsen.com), provedora global de informações e insights sobre o que o consumidor assiste e compra, apesar de 39% da população ter a intenção de pagar dívidas, cartão de crédito e empréstimo, a decisão de gastar com roupas novas, viagens e melhorias para o lar cresceu, respectivamente, de 30% para 33%; de 19% para 20% e de 14% para 17% do primeiro para o segundo trimestre de 2013.  “Tais tendências de consumo dão um fôlego na perspectiva da economia, já que na contrapartida a confiança do consumidor brasileiro caiu dois pontos, atingindo 110”, pontua Claudio Czarnobai, gerente de atendimento da Nielsen.

Além disso, 58% dos brasileiros consideram boas as perspectivas de emprego para os próximos 12 meses e 10% consideram excelentes. “Mesmo com as possibilidades de inflação e as perspectivas para o PIB, jogadas para baixo a cada semana, o brasileiro ainda se mantém como um dos mais otimistas da América Latina, mas os números já provam que estão todos bem atentos com os caminhos da economia”, finaliza Czarnobai.  

Pesquisa Confiança do Consumidor 2º Trimestre 2013

A Pesquisa Global Sobre a Confiança e Intenções de Gastos do Consumidor da Nielsen foi conduzida de 13 a 31 de maio de 2013 e entrevistou mais de 29 mil consumidores com acesso à Internet em 58 países na Ásia-Pacífico, Europa, América Latina, Oriente Médio, África e América do Norte. A amostra possui cotas de faixas etárias e sexo com base nos internautas de cada país e é ponderada para ser representativa dos consumidores com acesso à Internet, tendo uma margem de erro máxima de ±0,6%. As taxas de penetração de Internet variam por país. A Nielsen utiliza um reporte padrão mínimo de 60% de penetração ou uma população de no mínimo 10 milhões de usuários para que o país seja incluído na pesquisa. O Índice de Confiança do Consumidor da China é compilado a partir de uma pesquisa separada que utiliza metodologia mista conduzida com 3.500 entrevistados. A Pesquisa Global da Nielsen, que inclui o Índice de Confiança Global do Consumidor, foi estabelecida em 2005.

Sobre a Nielsen

Nielsen Holding N.V. (NYSE: NLSN) é uma empresa global de informação e pesquisa com posições de liderança nos mercados de marketing e informação do consumidor, televisão e mensuração de outros meios de comunicação, inteligência online e pesquisa de celulares. A Nielsen está presente em, aproximadamente, 100 países, com sedes em Nova Iorque, EUA, e Diemen, Holanda – Países Baixos. Para mais informações, por favor, visite www.nielsen.com. 

Versátil Comunicação Estratégica (www.versatilcomunicacao.com.br)
Mariana Vieira ([email protected])
Sandra Takata ([email protected])
Tel. (11) 2832-5500