Imprensa

Cenário editorial mostra sinais de recuperação no 7º período de 2016

São Paulo, agosto de 2016 – Mesmo ainda em queda, sétimo período analisado do mercado editorial brasileiro já apresenta melhor desempenho em relação ao anterior. Trata-se da segunda melhor variação percentual quando comparado ao ano passado com -5,51% em volume e 2,78% em faturamento.

A melhora nos resultados também é refletida na análise comparativa do acumulado** de 2016 com o ano de 2015, interrompendo dois períodos seguidos de crescimento do gap negativo. Atualmente, há uma queda de -14,93% em volume e -5,83% em valor, resultados melhores que o período passado, em que apresentou queda de -16,30% em volume e -6,94% em valor.

“Em 2016, fala-se da ausência de algum fenômeno paralelo aos livros de colorir que pudesse impulsionar o mercado. A verdade é que a ascendência dos livros de colorir durante o ano de 2015 (com picos no 5º e 6º períodos) estabeleceu um parâmetro tão alto de comparação que agora percebemos o quão essas vendas foram efetivamente incrementais. O sétimo período começa a experimentar uma base comparativa mais alinhada, e a expectativa para o restante do ano é que as vendas se recuperem”, comenta Ismael Borges, gestor de Nielsen BookScan Brasil.

Fazendo uma simulação do cenário, sem as vendas dos livros de colorir, a performance do período passa a ser mais positiva com variação de 1,33% em volume e 8,12% em valor. No acumulado, os resultados passariam a ser de -9,66% em volume e -1,59% em faturamento.

Esses são alguns dos dados do 7º Painel das Vendas de Livros do Brasil em 2016, apresentados pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e pela Nielsen.  Os números têm como base o resultado de Nielsen BookScan Brasil, que apura as vendas das principais livrarias e supermercados no país.

* T. Mercado – Período 7: 2015 (15/06 a 12/07/2015) x 2016 (20/06 a 17/07/2016).
**T. Mercado – Acumulado WK01 / WK28: 2015 (29/12/2014 a 12/07/2015) x 2016 (04/01 a 17/07/2016).
Fonte: Nielsen | Nielsen BookScan

Metodologia

O objetivo da criação do Painel é dar mais transparência à indústria editorial brasileira. A iniciativa da parceria entre o SNEL (Sindicato Nacional dos Editores de Livros) e a Nielsen disponibiliza para o setor dados atualizados que poderão contribuir nas tomadas de decisões por empresários de todos os portes. 

Para a realização do Painel, os dados são coletados diretamente do “caixa” das livrarias, e-commerce e varejistas colaboradores. As informações são recebidas eletronicamente em formato de banco de dados. Após o processamento, os dados são enviados online e atualizados semanalmente.

Nielsen Bookscan é o primeiro serviço de monitoramento de vendas de livros no mundo, presente em dez países, e o resultado de seu trabalho é um forte instrumento de decisão para as editoras que trabalham com estes dados. O SNEL divulga o Painel das Vendas de Livros no Brasil a cada quatro semanas.

SOBRE O SNEL – Criado em 1940, o Sindicato Nacional dos Editores de Livros tem como finalidade o estudo e a coordenação das atividades editoriais, bem como a proteção e a representação legal da categoria de editores de livros e publicações culturais em todo o Brasil. Como representante da categoria editorial, o SNEL é filiado à International Publishers Association (IPA) e ao Centro Regional para el Fomento del Libro en America Latina y el Caribe (Cerlalc). O Sindicato mantém articulações permanentes com diversas entidades, tanto governamentais quanto privadas, com o objetivo de fomentar a política do livro e da leitura no país. Para mais informações, visite o site www.snel.org.br.

CONTATO COM A IMPRENSA

Gabriela Leal – Assessora de Comunicação

assessoriacomunicacao@snel.org.br / (+ 55 21) 2533-0399/ 99290-3477

SOBRE A NIELSEN – Nielsen Holdings plc  (NYSE: NLSN) é uma empresa global de gestão de informação, que proporciona um entendimento completo sobre o que os consumidores assistem e compram (Watch & Buy). No segmento Watch, a Nielsen oferece aos clientes de mídia e publicidade serviços de medição de audiência (Total Audience) de qualquer dispositivo em que é possível ter acesso a conteúdos (vídeo, áudio, texto). O segmento Buy oferece aos fabricantes de bens de consumo e varejistas uma visão global única do desempenho da indústria. Ao integrar as informações dos segmentos de Watch e Buy com dados de outras fontes, a Nielsen apresenta aos seus clientes uma medição de primeiro nível, bem como análises avançadas que permitem o crescimento de seus negócios. A Nielsen, empresa conceituada na Standard & Poors 500, está presente em mais de 100 países, representando 90 por cento da população mundial. Para mais informações, visite www.nielsen.com.

CONTATO COM A IMPRENSA

Angélica Vargas – Comunicação Externa Brasil
angelica.vargas@nielsen.com / (+55 11) 4613718