Insights

O que procuram os consumidores na Páscoa?
Artigo

O que procuram os consumidores na Páscoa?

A Páscoa é o momento em que famílias se reúnem à mesa, na qual alguns produtos como o Marisco, o Cabrito e o Borrego têm lugar reservado. Os Chocolates continuam a ser a principal opção para oferta, com os Frutos Secos com Cobertura de Chocolate, Ovos e Outras Figuras no topo das preferências. Produtos como o Presunto, Queijo Curado e Regional, também têm ganho cada vez mais importância. Estarão os consumidores portugueses a mudar os seus hábitos de consumo ou a tradição ainda é o que era? A Nielsen foi analisar quais as categorias mais dinâmicas neste período da Páscoa, dando resposta a esta e outras questões.

Quais as Carnes que mais se destacam no período da Páscoa?

O Cabrito e o Borrego continuam a ocupar um lugar especial à mesa. No entanto, na semana da Páscoa em 2017 versus 2016, verificou-se um crescimento no consumo da Carne de Vaca (+15%) assim como de Porco (+9%) e Aves (+9%). Marta Teotónio Pereira, Client Consultant Senior da Nielsen, destaca “a conveniência e as fortes promoções que se intensificam nesta altura e que de certa forma podem ter contribuído para o crescimento destes produtos. Sendo a conveniência um fator ao qual os consumidores estão muito atentos, os produtos de Take away também terão uma oportunidade de crescimento nesta época caracterizada por um maior consumo”.

Para acompanhar as carnes, Vinho e Cerveja são as bebidas que mais se destacam. Nos aperitivos e digestivos o Vinho do Porto é o “rei”.  Mas há que salientar também o crescimento de segmentos como a Cerveja com Álcool Preta, as Sidras, os Panachés e os White Spirits.

E quais são os produtos “estrela” quando chega o momento das sobremesas?

As sobremesas também têm reservado aquele lugar especial. E também aqui a conveniência foi um dos principais drivers, tendo-se verificado um crescimento muito superior das Sobremesas Instantâneas, Congeladas e Refrigeradas e das Frutas em Conserva (na maioria dos casos até contrariando a tendência do total do ano). Pelo contrário, produtos como o Açúcar, Farinha e Margarina apresentaram quebras.

Os Bolos Familiares – onde se inclui o típico folar – e os Ovos intensificaram a sua presença na Páscoa de 2017. “No entanto, a fruta ganhou destaque na Páscoa 2017, com os Morangos, Ananás, Frutas Tropicais e Laranja a serem as principais frutas escolhidas nesta época, indicando que começa a haver uma preocupação com o saudável também em alturas festivas”, refere Marta Teotónio Pereira.

Páscoa é também sinónimo de limpeza das casas. Em muitas regiões do país, é tradição limpar a casa para receber a visita das comunidades católicas. Esta tradição é visível no crescimento dos produtos para o Cuidado do Lar, nomeadamente Ceras para Soalhos, Limpa Carpetes, Limpa Vidros e Artigos para Móveis.

Marta Teotónio Pereira refere ainda que “uma vez que a data em que se comemora a Páscoa é flexível, o consumo está também bastante dependente das condições climatéricas. Na Páscoa de 2017, e em resultado de temperaturas altas, verificou-se o crescimento de categorias como os Gelados (+84% na semana da Páscoa de 2017 versus 2016), Solares, Produtos para Depilação e Descoloração de Pelos assim como Inseticidas e Acessórios para Animais.”

Dados referentes ao período da Páscoa 2016|semana 12 (21 a 27 março) e 2017|semana 15 (10 a 16 de abril)