Imprensa

A publicidade mais confiável, para nove em cada dez Portugueses, é a recomendação de familiares e amigos

  • 70% confia na informação recolhida nas páginas web das marcas
  • A publicidade por meios tradicionais é mais credibilizada do que a realizada online

Lisboa, 28 de setembro de 2015 – Para os portugueses a publicidade mais fiável de um produto ou serviço corresponde às recomendações dos seus familiares e amigos. Nove em cada dez portugueses confirmam dar maior credibilidade à experiência das pessoas ao seu redor. Além disso, 70% afirma confiar na informação disponível nas páginas web das próprias marcas, de acordo com o relatório “Trust in Advertising” elaborado pela Nielsen.

A experiência pessoal e objetiva sobrepõe-se, deste modo, à informação disponibilizada pelas próprias marcas. De facto, os consumidores também atribuem a sua confiança ao conteúdo que leem em artigos publicados e comentários online de outros utilizadores.   

Com respeito a outras formas tradicionais de chegar ao público, a melhor maneira é o spot televisivo. Este formato publicitário, conta com a confiança de seis em cada dez portugueses, enquanto mais de metade atribui parte ou total da sua credibilidade à informação que lhes chega através de anúncios em imprensa ou rádio.

 

Cerca de 70% não confia na publicidade que recebe nos seus tabletes e smartphones ou, ainda em banners. Desta forma atesta-se que os formatos publicitários tradicionais são os que inspiram mais confiança aos consumidores portugueses em detrimento dos digitais.  

Quem incentiva mais?

Por outro lado, as recomendações de pessoas próximas são não só a publicidade mais fiável mas, também, a mais efetiva. Nove em cada dez portugueses seguem em algum momento o conselho dos seus familiares ou amigos. Outras formas de incentivo ao consumidor, sempre ou ocasionalmente, são os comentários na internet, páginas web das empresas e anúncios televisivos, que perfazem um total de 70%. Em contrapartida, a comunicação publicitária menos significativa para o consumidor é a publicidade móvel, sendo desconsiderada por seis em cada dez utilizadores.    

Ao mesmo tempo, há anúncios que para impactar o consumidor não dependem tanto do seu formato publicitário mas sim da mensagem que passam, do seu tom e enfoque. Assim, o tipo de anúncios que mais ressoa aos portugueses (55%) são os que representam situações reais do dia-a-dia, sendo, também, o tom humorístico um dos que mais retenha a sua atenção (53%). Pelo contrário, a imagem de famosos é um investimento pouco rentável para as marcas, pois apenas 7% recorda anúncios que tenham sido protagonizados por uma celebridade.

De acordo com o director geral da Nielsen Ibéria, Gustavo Nunez, “os consumidores baseiam-se, principalmente, na experiência das outras pessoas, sendo, assim, a melhor publicidade possível aquela em que um produto ou serviço cumpre a sua missão e os benefícios que diz ter. O Word of mouth, também, é um fato fundamental no momento de comprar um novo produto, tal como conclui o nosso relatório Global de Inovação. Além disso, as marcas devem estar atentas e corresponder às conversas que ocorrem online, principalmente através dos comentários dos utilizadores em sites e redes sociais “.

Acerca do relatório

O relatório internacional “Trust in Advertising” foi realizado entre 23 de fevereiro e 13 de março de 2015 com a participação de mais de 30.000 consumidores, em 60 países incluindo Ásia-Pacífico, Europa, América Latina, Oriente Médio, África e América do Norte, e que tiveram uma criança nos últimos cinco anos. A amostra em cada país é segmentada por idade e sexo em função dos utilizadores de Internet, e tem uma margem de erro máxima de ± 0,6%. Este relatório Nielsen é baseado no comportamento dos consumidores com acesso à Internet. As taxas de penetração da Internet variam consoante o país. A Nielsen utiliza uma escala mínima de penetração de Internet de 60% ou 10 milhões de utilizadores para inclusão no inquérito. O Relatório Global da Nielsen, que inclui este estudo, começou a ser feito produzido em 2005.

Acerca da Nielsen

A Nielsen N.V. (NYSE: NLSN) é uma empresa global  de gestão de informação, que proporciona uma visão completa sobre o que o consumidor vê e compra. A área Watch da Nielsen oferece aos seus clientes de media e publicidade, serviços de medição de audiência (Total Audience) de qualquer dispositivo, em que é possível ter acesso a conteúdos (vídeo, áudio, texto). A área Buy oferece aos fabricantes y retalhistas de bens de grande consumo uma visão global única do desempenho da indústria. Ao integrar informação das áreas de Watch, Buy e outras fontes de dados, a Nielsen disponibiliza aos seus clientes  uma medição de primeiro nível, bem como análises avançadas que contribuem para o crescimento do negócio. A Nielsen, empresa conceituada na Standard & Poors 500, está presente em mais de 100 países, representando 90 por cento da população mundial. Para mais informações, visite www.nielsen.com http://www.nielsen.com/> .  

CONTACTO:

Ana Paula Barbosa, +35 121 781 12 00 Paula.Barbosa@nielsen.com

Pablo G. Domenech, +34 91 576 05 88, pablo@ioncomunicacion.es