Imprensa

23% dos portugueses fazem refeições fora de casa pelo menos uma vez por semana

O jantar é a refeição que mais escolhem para fazer fora de casa

Lisboa, setembro de 2016 – Segundo o relatório Global Out-of-Home Dining Survey, recentemente desenvolvido pela Nielsen, 23% dos portugueses fazem refeições fora de casa pelo menos uma vez por semana e 15% recorrem ao take away/entregas ao domicílio com a mesma frequência, correspondendo estes resultados exatamente aos da média europeia.

Segundo Jorge Macôr de Brito, Retailer Services Associate Manager da Nielsen, “os portugueses têm se mostrado disponíveis para este tipo de atividades: o relatório internacional ‘Estudo Global de Confiança dos Consumidores’ (Q2 2016) diz-nos que, caso lhes sobre algum dinheiro após as despesas habituais, 22% dos consumidores portugueses mostram-se disponíveis para o gastar em entretenimento fora do lar”.

A média mundial indica que cerca de metade da população opta por fazer uma refeição fora de casa pelo menos uma vez por semana, revelando que os consumidores das regiões Ásia-Pacífico e América do Norte são especialmente adeptos deste tipo de refeições.

No que diz respeito ao tipo de refeições praticadas fora de casa, os portugueses, em conformidade com a média europeia, preferem o jantar (68%). Esta “é uma óptima notícia para Portugal, uma vez que o ticket médio de jantar é superior ao de almoço”, segundo Jorge Macôr de Brito.

Países como a Estónia, Eslováquia, Eslovénia, França, Hungria, Letónia, Lituânia, Polónia, República Checa e Rússia optam com maior frequência por almoçar fora de casa. O almoço e o jantar são, comparativamente ao pequeno-almoço, as refeições mais escolhidas a nível global para fazer fora de casa.

Nos últimos 6 meses, os portugueses optaram essencialmente por restaurantes casuais (63%), restaurantes de refeições rápidas/fast-food (58%), cafés (41%) e restaurantes formais (33%), seguindo a tendência da média europeia.

A existência de preços razoáveis é o fator que os consumidores portugueses mais consideram na escolha de um restaurante ou outro estabelecimento de refeições (68%), seguindo-se a qualidade (43%) e o serviço (23%). Estas características também são valorizadas pela média dos consumidores europeus, embora em escalas mais reduzidas (60%, 36% e 17%, respetivamente).

“Também na restauração a realidade digital é sinónimo de modernização e aproximação com os clientes. Na realidade, existem atualmente sites em que os consumidores podem consultar os fatores anteriormente referidos para a tomada de decisão, sendo por isso importante, cada vez mais, a referenciação dos restaurantes nesses ‘locais’. Por outro lado, o acompanhamento online das opiniões dos clientes é já uma ferramenta de gestão muito importante nomeadamente no que concerne a ameaças com o serviço, a qualidade, etc.”, diz Jorge Macôr de Brito.

____________________

Sobre o estudo

O relatório internacional Nielsen Global Out-of-Home Dinning Survey conta com a participação online em 61 países. Apesar do estudo dar uma perspectiva a grande escala, apenas é realizado junto dos utilizadores de internet e não no total da população. Nos mercados em desenvolvimento, onde a penetração on-line está ainda, em crescimento, as audiências poderão ser mais jovens e de classe social mais influente, comparativamente ao restante da população. Em três dos países africanos (Quénia, Nigéria e Gana) utilizam uma metodologia através de telemóvel e os seus resultados não são incluídos nas médias do Médio Oriente/África apresentadas no relatório. Os resultados são baseados em comportamentos e não em dados reais. As diferenças culturais são factores que influenciam a forma como a situação económica é vista por cada país. Os resultados apresentados não são uma tentativa de controlar ou corrigir essas diferenças, no entanto, é necessário ter algum cuidado quando são comparados países ou regiões, particularmente entre regiões fronteiriças.

Para mais informações, visite, por favor,  a Nielsen Store.

Sobre a Nielsen

A Nielsen N.V. (NYSE: NLSN) é uma empresa global de gestão de informação, que proporciona uma visão completa sobre o que o consumidor vê e compra. A área Watch da Nielsen oferece aos seus clientes de media e publicidade, serviços de medição de audiência (Total Audience) de qualquer dispositivo, em que é possível ter acesso a conteúdos (vídeo, áudio, texto). A área Buy oferece aos fabricantes e retalhistas de bens de grande consumo uma visão global única do desempenho da indústria. Ao integrar informação das áreas de Watch, Buy e outras fontes de dados, a Nielsen disponibiliza aos seus clientes uma medição de primeiro nível, bem como análises avançadas que contribuem para o crescimento do negócio. A Nielsen, empresa conceituada na Standard & Poors 500, está presente em mais de 100 países, representando 90 por cento da população mundial. Para mais informações, visite www.nielsen.com. Pode também seguir-nos no Twitter, através da conta Nielsen Portugal (@NielsenPortugal) para acesso a conteúdos exclusivos deste canal de comunicação e divulgação de #insights de #consumo.

CONTACTO:

Nielsen | Marta Correia ||+351 217811200| [email protected]