Insights

6º período ainda ecoa instabilidade econômica do país e vendas de livros fecham o primeiro semestre em queda
News

6º período ainda ecoa instabilidade econômica do país e vendas de livros fecham o primeiro semestre em queda

{“order”:4,”name”:”pubdate”,”attributes”:{“sling:resourceType”:”nielsenglobal/components/content/publishdate”},”children”:null}

Pelo quinto período consecutivo mercado editorial apresenta resultados negativos no comparativo entre 2015 e 2016. Ainda que menor que no período anterior, observamos queda das vendas em volume (-18,41%) e em faturamento (-9,93%).

No acumulado** do primeiro semestre de 2016, observamos um cenário hostil com quedas em volume (-16,30%) e faturamento (-6,94%). Considerando a inflação acumulada nos últimos 12 meses a queda real é de 15,61%. Outro aspecto negativo é o aumento de 1,5 pontos percentuais do desconto médio praticado pelos canais de vendas.                     

Além do contexto econômico desfavorável, tivemos o impacto das vendas dos livros de colorir no ano anterior. Em uma simulação sem estes títulos o desempenho do período permanece negativo, principalmente em volume com queda de 11,25%, já o resultado em faturamento seria -2,83%.

Esses são alguns dos dados contidos no 6º Painel das Vendas de Livros do Brasil em 2016, apresentados pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e pela Nielsen.  Os números têm como base o resultado de Nielsen BookScan Brasil, que apura as vendas das principais livrarias e supermercados no país.

* T. Mercado – Período 6: 2015 (18/05 a 14/06/2015) x 2016 (23/05 a 19/06/2016).
**T. Mercado – Acumulado WK01 / WK24 2015 (29/12/2014 a 14/06/2015) x 2016 (04/01 a 19/06/2016).
Fonte: Nielsen | Nielsen BookScan

Metodologia

O objetivo da criação do Painel é dar mais transparência à indústria editorial brasileira. A iniciativa da parceria entre o SNEL (Sindicato Nacional dos Editores de Livros) e a Nielsen disponibiliza para o setor dados atualizados que poderão contribuir nas tomadas de decisões por empresários de todos os portes.

Para a realização do Painel, os dados são coletados diretamente do “caixa” das livrarias, e-commerce e varejistas colaboradores. As informações são recebidas eletronicamente em formato de banco de dados. Após o processamento, os dados são enviados online e atualizados semanalmente.

Nielsen Bookscan é o primeiro serviço de monitoramento de vendas de livros no mundo, presente em dez países, e o resultado de seu trabalho é um forte instrumento de decisão para as editoras que trabalham com estes dados. O SNEL divulga o Painel das Vendas de Livros no Brasil a cada quatro semanas.