Insights

Black Friday 2016 contribui positivamente para o mercado editorial
News

Black Friday 2016 contribui positivamente para o mercado editorial

{“order”:4,”name”:”pubdate”,”attributes”:{“sling:resourceType”:”nielsenglobal/components/content/publishdate”},”children”:null}

Em um ano de altos e baixos para o mercado editorial, a Black Friday, dia dedicado a promoções no comércio, veio para injetar ânimo no setor com uma série de indicadores positivos. Dados de Nielsen BookScan mostram que o período*, em comparação com as quatro semanas anteriores à data comercial, trouxe crescimento em volume (+115%) e em faturamento (+65%), maiores descontos (22 pontos percentuais) e queda do preço médio (-23%).

Comparando com a edição do evento no ano passado, a Black Friday 2016 resultou em um aumento de 6,05% em volume de vendas e de 4,20% em faturamento. O desconto médio ficou em 37,79%, expandindo 4,06 pontos percentuais. Há três anos (2013), o desconto médio era de 29,98%.

O título mais vendido na ocasião foi *“Harry Potter e a Criança Amaldiçoada – Parte Um e Dois”, seguido por “Coleção Livros de Colorir”, “Depois de Você” e “O Orfanato da Sra. Peregrine Para Crianças Peculiares” . Entre as categorias de maior representatividade em volume de vendas na data comemorativa, Nielsen BookScan aponta ficção liderando o ranking (39,66%) e, logo depois, não ficção trade (27,52%), infanto juvenil educacional (20,58%) e não ficção especialista (12,25%).

A consolidação da data, que tornou-se um referencial para os amantes de livros, é um dos fatores que, possivelmente, impactou de maneira positiva o mercado no período, como menciona Ismael Borges, coordenador de Nielsen BookScan no Brasil: “Parte deste sucesso pode ter sido a compra mais planejada dos consumidores com a popularização da data, em outras palavras, é possível que tenha sucedido represamento nas vendas”.