Insights

MMB2016: Consumidor está disposto a trocar de marca
News

MMB2016: Consumidor está disposto a trocar de marca

{“order”:4,”name”:”pubdate”,”attributes”:{“sling:resourceType”:”nielsenglobal/components/content/publishdate”},”children”:null}

O terceiro insight do nosso estudo “Mudanças no Mercado Brasileiro 2016: O que você precisa saber sobre o consumidor” está relacionado à marca.

Você sabia que 41% das marcas líderes retraíram volume de vendas em 2015? Sim, isso aconteceu e 6 das top 10 marcas líderes também perderam lealdade. Dessa forma, notamos uma movimentação de Trade Down (troca por marcas baratas) cada vez mais forte entre os produtos, impactando diretamente na preferência dos lares às suas marcas prediletas.

 Com um consumidor menos fiel, é imprecindível trabalhar 3 pilares para chamar sua atenção e conquistá-lo: execução correta no ponto de venda, tanto em preço quanto em disponibilidade de produtos; foco em inovações que apresentem uma clara relação de custo/benefício, especialmente voltados à saúde e bem estar e manutenção dos investimentos de mídia, condicionando a lembrança constante e estabelecendo vínculos com o consumidor.

O gereciamento de estoques tem sido o principal responsável por indisponibilidade de produtos na área de vendas da loja, saindo de um patamar de 3,5% em 2014 para 4,6% em 2015. E a execução em loja é tão relevante quanto mídia – ambos fatores somados contribuem com 15% do incremento de vendas das categorias de bens de consumo nos últimos 7 anos. Ou seja, não é suficiente construir um plano de mídia efetivo se a execução em loja não acompanhar, o que fica mais crítico em um momento em que o consumidor está mais disposto a trocar de marca.

Quer saber quais são as demais 4 coisas que você precisa saber sobre o consumidor?  Clique aqui e procure pelos artigos que têm a marca #MMB2016.