Insights

Estudo Global: Confiança do Consumidor – Terceiro Trimestre-2016
Report

Estudo Global: Confiança do Consumidor – Terceiro Trimestre-2016

{“order”:6,”name”:”pubdate”,”attributes”:{“sling:resourceType”:”nielsenglobal/components/content/publishdate”},”children”:null}

A confiança do consumidor global do terceiro trimestre permaneceu estável em 99, um aumento de um ponto em relação ao segundo trimestre e sem variações comparado ao ano anterior (Q3 2015). Os resultados em nível nacional, porém, variaram drasticamente entre as regiões, refletindo uma diversidade econômica considerável ao redor do mundo. Na Ásia-Pacífico, as pontuações de confiança do consumidor estenderam-se entre a máxima de 133 e a mínima de 46, como pontuações semelhantemente divergentes na Europa (107 a 50), América Latina (104 a 57) e África/Oriente Médio (108 a 70). Na América do Norte, porém, as pontuações de confiança estiveram mais alinhadas nos EUA (106) e Canadá (97).

  • A confiança do consumidor global aumentou um ponto em comparação ao segundo trimestre, chegando a 99.
  • O aumento da confiança foi percebido na maioria dos mercados medidos na Ásia-Pacífico, América Latina e Europa. Por outro lado, a confiança diminuiu em quatro de seis mercados na África/Oriente Médio e em um dos dois mercados norte-americanos.
  • Cinco das 10 principais economias mundiais tiveram resultados otimistas de 100 ou mais: EUA (106), China (106), Reino Unido (106), Alemanha (100) e Índia (133).
  • Preocupações relacionadas ao terrorismo aumentaram pela Europa, América do Norte e Ásia-Pacífico no terceiro trimestre.
  • Na Europa, a confiança do consumidor melhorou em 26 dos 34 mercados medidos, em comparação ao segundo trimestre. A pontuação do Reino Unido aumentou oito pontos.
  • Na Ásia-Pacífico, a confiança aumentou em 10 dos 14 países, enquanto que em 4 mercados permaneceu a mesma do segundo trimestre. Melhoras significativas vieram de Hong Kong, Tailândia e Cingapura. 
  • Na América Latina, a confiança aumentou em seis dos sete mercados, inclusive no Brasil, que teve sua primeira ascensão em dois anos.
  • Na região da África/Oriente Médio, a África do Sul exibiu um sólido aumento de confiança, de nove pontos.

ACERCA DEL ESTUDIO

A Pesquisa Global da Nielsen sobre a Confiança do Consumidor e as Intenções de Gastos foi realizada entre 10 de agosto e 09 de setembro de 2016, e consultou mais de 30.000 consumidores on-line em 63 países distribuídos pela Ásia-Pacífico, Europa, América Latina, Oriente Médio e África e América do Norte. A amostra inclui usuários de Internet que concordaram em participar da pesquisa e tem quotas com base em idade e sexo para cada país. Foi ponderada para ser representativa dos consumidores da Internet por país. Pelo fato da amostra estar baseada naqueles que concordaram em participar, não é possível calcular estimativas de erros teóricos de amostragem. Entretanto, uma amostra de probabilidade de tamanho equivalente teria uma margem de erro de ±0.6% em âmbito global. Esta pesquisa Nielsen está baseada apenas no comportamento de respondentes com acesso à Internet. As taxas de penetração de Internet variam conforme o país. A Nielsen utiliza um padrão de apresentação de relatório mínimo de 60% de penetração de Internet ou uma população on-line de 10 milhões para inclusão de pesquisa. O Índice de Confiança do Consumidor da China é compilado a partir de uma pesquisa distinta de metodologia mista, entre 3.500 respondentes na China. Os países africanos subsaarianos neste estudo são compilados a partir de uma pesquisa distinta de metodologia móvel, entre 1.600 respondentes em Gana, Quênia e Nigéria. A Pesquisa Global Nielsen, que inclui o Índice de Confiança do Consumidor Global, foi estabelecida em 2005.

Baixar One Page

Baixar One Page

Estudo Global: Confiança do Consumidor – Terceiro Trimestre-2016

To access the full report, please provide the following info:

Pressionando o botão “Enviar”, concorda com nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso.