Imprensa

O Natal é o período do ano mais importante para as vendas do retalho alimentar

A semana do Natal e a anterior são as mais relevantes do ano

Lisboa, dezembro de 2016 – O mês de Dezembro é o período do ano mais importante para as vendas no retalho alimentar representando cerca de 9% do total de vendas anuais e com o maior pico na semana do Natal e na anterior. Analisando o ano de 2015, verificou-se um crescimento de vendas em valor no Natal de 3% face ao ano anterior. Foi também nesta altura do ano que se intensificaram as promoções: em 2015 registou-se um crescimento de vendas em valor com promoção de 19% face a 2014.

Quais as categorias mais fortes na época do Natal?

Para algumas categorias é no período do Natal que se concentra uma grande percentagem de vendas. É o caso dos Bombons (em que o Natal 2015 representou 63% do total anual de vendas) e das Figuras de Chocolate (o Natal teve um peso de 42%). Para os perfumes, esta época também é especial, tendo sido a categoria dos Eau de Toilette a que mais cresceu em 2015 (+6pp face a 2014). Outras categorias com forte impacto nesta época são as Bolachas Sortidas, os Licores, o Vinho do Porto, o Whisky, o Vinho Espumante e o Bacalhau Seco.

“Apesar da sua importância nesta época (19%), as vendas dos Frutos Secos já não estão tão concentradas no Natal visto que são cada vez mais consumidos ao longo de todo o ano”, explica Marta Teotónio Pereira, Client Business Partner da Nielsen.

O Bacalhau Seco continua a ser o mais procurado no Natal 2015

Segundo Marta Teotónio Pereira, “a conveniência tem ganho especial importância no consumo e o bacalhau não é exceção. Apesar de o Bacalhau Seco representar mais de 90% das vendas do Bacalhau que é vendido no Natal, nota-se uma dinâmica superior no Bacalhau Congelado comparativamente ao Seco”.

O Bacalhau Congelado representa ainda uma reduzida fatia do mercado mas revela uma dinâmica positiva, tendo crescido 7% no Natal de 2015 (ao contrário do Bacalhau Seco, que teve um decréscimo de 6%).

“As vendas do Bacalhau Congelado atingem o máximo na semana do Natal, revelando nitidamente ser um produto mais conveniente. Por outro lado, o Bacalhau Seco tem um decréscimo significativo de vendas na semana do Natal. As suas vendas começam a crescer algumas semanas antes, impulsionadas pela forte atividade promocional”, acrescenta.

 

Quais as bebidas alcoólicas mais consumidas nesta época?

Esta é também uma época forte para as bebidas alcoólicas. No Natal de 2015, o Vinho teve um peso de 48% do total de vendas em valor das bebidas alcoólicas. Seguiu-se o Whisky (16%), o Vinho Espumante (10%) e o Vinho do Porto (9%).

“O fenómeno do Gin acentua-se ainda mais no Natal. Apesar de ter um peso de apenas 2,6% no total de vendas em valor, o Gin mostra um significativo crescimento em volume de 117% no Natal de 2015 face ao ano de 2013 (no total do ano cresce 93%)“, comenta Marta Teotónio Pereira.

Importa também referir a dinâmica do vinho, que cresceu 6% no Natal de 2015 enquanto as restantes categorias (à exceção do Gin) perderam vendas.

“As promoções influenciam fortemente esta categoria, levando a um aumento da procura de vinhos mais caros. No Natal de 2015, 46% das vendas de vinhos em volume foram através de promoções (+10pp comparativamente ao Natal de 2013)”, explica.

Na categoria dos Eau de Parfum e Eau de Toilette, as equivalências e os produtos para criança são o principal motor de crescimento.

O dinamismo desta categoria é ainda mais evidente no Natal, com as “equivalências” a dinamizar os Eau de Parfum (58% no Natal vs. 23% no total do ano) e o segmento infantil a dinamizar os Eau de Toilette (42% no Natal 2015 vs. 12% no total do ano) com embalagens que fazem referência às personagens infantis mais mediáticas.

Qual o tipo de loja mais procurado nesta época do Natal?

Apesar de os supermercados continuarem a representar a maior fatia do consumo, os consumidores aumentam as suas compras nos hipermercados, que conquistam espaço às lojas tradicionais. Este aumento dos Hipers deve-se à conquista de novos lares compradores e ao aumento da cesta média (+6€ por visita no Natal 2015 vs 2014).

Bacalhau, Pastelaria e “Outras Carnes” (inclui cabrito e borrego) continuam a ser importantes no comércio tradicional, mas apenas a categoria do Bacalhau apresenta crescimento.

Quais as categorias que se destacam no fim-de-ano?

No fim-de-ano, o Marisco continua a ser uma categoria forte, com uma dinâmica positiva de 10% (versus 4% no total do ano). Nesta altura, o Marisco Fresco ganha um peso superior ao verificado no total do ano, embora o Congelado continue a representar a maior fatia: 2/3 do total marisco vendido no fim-de-ano é congelado.

O Espumante é a bebida alcoólica que mais se destaca, representando 25% do total das vendas em valor das bebidas alcoólicas neste período.

Relativamente a 2013, esta categoria cresceu 31% de vendas em volume. Também outras bebidas como o Gin, Licores, Vodka, Vinho, Rum e Vinho Aperitivo apresentaram crescimentos nesta altura.

“Num cenário de recuperação das vendas nos Bens de Grande Consumo e com um shopper mais confiante (segundo o Índice de Confiança Nielsen[1]), estamos expectantes para ver se o Natal de 2016 nos trará crescimento, tal como verificado em 2015”, conclui Marta Teotónio Pereira.

Bom Natal e uma excelente entrada no ano de 2017!

____________________

Sobre a Nielsen

A Nielsen N.V. (NYSE: NLSN) é uma empresa global de gestão de informação, que proporciona uma visão completa sobre o que o consumidor vê e compra. A área Watch da Nielsen oferece aos seus clientes de media e publicidade, serviços de medição de audiência (Total Audience) de qualquer dispositivo, em que é possível ter acesso a conteúdos (vídeo, áudio, texto). A área Buy oferece aos fabricantes e retalhistas de bens de grande consumo uma visão global única do desempenho da indústria. Ao integrar informação das áreas de Watch, Buy e outras fontes de dados, a Nielsen disponibiliza aos seus clientes uma medição de primeiro nível, bem como análises avançadas que contribuem para o crescimento do negócio. A Nielsen, empresa conceituada na Standard & Poors 500, está presente em mais de 100 países, representando 90 por cento da população mundial. Para mais informações, visite www.nielsen.com. Pode também seguir-nos no Twitter, através da conta Nielsen Portugal (@NielsenPortugal) para acesso a conteúdos exclusivos deste canal de comunicação e divulgação de #insights de #consumo.

CONTACTO:

Nielsen | Marta Correia |+351 217811200| [email protected]
[1] Q3 2016