02_Elements/Icons/ArrowLeft Voltar para o Insight
Insights > Mídia

Você não pode desatar a ouvir isto: Campanhas de TV de áudio pode sobrecarregar

2 minutos lidos | Julho 2018

Ninguém acredita que apenas um meio é suficiente para atingir o consumidor de hoje. E por mais tempo que a indústria discuta o valor e as contribuições do digital e do móvel, muitos anunciantes estão tirando uma página de seus antigos livros de brincar para reavaliar as plataformas tradicionais neste mercado fragmentado.

E a esse ponto, Rich Tunkel, SVP de desenvolvimento de negócios da Nielsen Audio, revelou no evento Consumer 360 deste ano que a prevalência de canais e dispositivos está inspirando os consumidores americanos a passar mais tempo com o áudio, aumentando sua popularidade.

O tempo que os americanos passam com música aumentou 37% em apenas dois anos

E enquanto o áudio compreende uma ampla variedade de conteúdo, a música é uma pedra angular do universo do áudio e está experimentando um crescimento significativo à medida que os consumidores abraçam tudo, desde rádio via satélite a rádio digital e serviços de streaming de música até os tradicionais AM/FM. Notavelmente, o tempo que os americanos passam com música, cresceu 37% em apenas dois anos.

É este tipo de envolvimento que tem alguns grandes anunciantes de FMCG aumentando seus investimentos em rádio como resultado. Eles descobriram que combinar anúncios de áudio com seus spots de TV ajuda a alcançar pessoas que a TV não pode alcançar sozinha. Como detalhado no Relatório Nielsen CMO de 2018, a mídia de alto alcance - como televisão e rádio - se ajusta bem aos objetivos da campanha de conscientização da marca.

Mesmo quando as campanhas são fortemente programadas com anúncios de TV, porções da população não as vêem. É aí que entra o áudio. De acordo com dados da Nielsen, o uso do rádio é maior que o uso da TV entre 6h e 16h, e os picos de audiência de televisão entre 5h e 12h.

Além disso, o rádio pode aumentar a memorabilidade da publicidade na TV. Em um estudo recente, a Nielsen descobriu que as pessoas que ouviram um anúncio de rádio tinham 35% mais conhecimento do anúncio correspondente na TV do que aquelas que só viram o anúncio na TV.

Além das informações que Rich apresentou no Consumer 360, tivemos um painel com Roger Adams, ex CMO da USAA/The Home Depot/Lord & Taylor, Pierre Bouvard, Chief Insights Officer, Cumulus/Westwood One, e David Shiffman, SVP, National Research, iHeart Media.

O vídeo abaixo inclui alguns destaques.

 

Continue navegando por ideias semelhantes

Nossos produtos podem ajudar você e sua empresa

  • Visão do consumidor e da mídia

    Acesse pesquisas de consumidores sindicalizadas e personalizadas que o ajudarão a moldar marcas, publicidade e marketing bem-sucedidos...

  • NCSolutions

    Maximize a eficácia da publicidade de CPG com dados para melhor segmentar, otimizar e permitir resultados baseados em vendas.