Pular para o conteúdo
Insights > Digital e tecnologia

Como as mídias sociais impactam o marketing de marca

Leitura de 3 minutos | Outubro 2011

Os consumidores estão passando mais tempo do que nunca usando as mídias sociais, como demonstrado no Social Media Report recentemente publicado pela Nielsen e NM Incite, uma empresa da Nielsen/McKinsey. Com base neste relatório, a pesquisa da NM Incite ajuda a descobrir o impacto que as mídias sociais podem ter para os marqueteiros que tentam construir suas marcas e se conectar mais diretamente com seu público.

A mídia social desempenha um papel importante na forma como os consumidores descobrem, pesquisam e compartilham informações sobre marcas e produtos. De fato, 60% dos consumidores que pesquisam produtos através de múltiplas fontes on-line aprenderam sobre uma marca específica ou um varejista através de sites de redes sociais. Os usuários ativos da mídia social têm maior probabilidade de ler as análises de produtos on-line e 3 em cada 5 criam suas próprias análises de produtos e serviços. As mulheres são mais propensas do que os homens a dizer aos outros sobre produtos que gostam (81% das mulheres contra 72% dos homens). Em geral, as opiniões geradas pelos consumidores e as classificações de produtos são as fontes mais preferidas de informações sobre produtos entre os usuários das mídias sociais.

Fontes preferenciais de informação de marca

Pesquisas mostram que a mídia social é cada vez mais uma plataforma que os consumidores usam para expressar sua lealdade a suas marcas e produtos favoritos, e muitos buscam colher benefícios das marcas para ajudar a promover seus produtos. Entre aqueles que compartilham suas experiências de marca através das mídias sociais, pelo menos 41% dizem que o fazem para receber descontos. Ao pesquisar produtos, os usuários das mídias sociais provavelmente confiam mais nas recomendações de seus amigos e familiares, e os resultados da Pesquisa Global Online da Nielsen indicam que 2 em cada 3 entrevistados disseram que foram altamente ou um pouco influenciados pela publicidade com um contexto social.

As mídias sociais também têm um papel fundamental na proteção das marcas: 58% dos usuários das mídias sociais dizem que escrevem críticas de produtos para proteger outras pessoas de más experiências, e quase 1 em cada 4 dizem que compartilham suas experiências negativas para "punir as empresas". Muitos clientes também usam as mídias sociais para se envolver com marcas em um nível de serviço ao cliente, com 42% dos jovens de 18 a 34 anos reconhecendo que esperam suporte ao cliente dentro de 12 horas após uma reclamação.

Por que os consumidores compartilham suas experiências empresariais

Do outro lado, outra tendência interessante é o interesse dos consumidores em agir como embaixadores e defensores de marcas através das mídias sociais. A maioria das redes sociais ativas (53%) seguem as marcas. Essas marcas estão recrutando cada vez mais seus fãs e seguidores para divulgar recomendações boca-a-boca sobre seus produtos e serviços, e entre os consumidores que escrevem revisões de produtos on-line, a maioria diz que suas experiências são compartilhadas para "dar reconhecimento por um trabalho bem feito" pela empresa. Os usuários da mídia social também estão interessados em colaborar com suas marcas favoritas, com 60% dos jovens entre 18 e 34 anos dizendo que querem dar recomendações de melhoria de produtos, e outros 64% que querem personalizar seus produtos.