Pular para o conteúdo
Insights > Mercados e finanças

Chile, Colômbia Lidera a Internet na América Latina, Penetração de cabos

Leitura de 2 minutos | Dezembro 2010

A América Latina suportou a recessão global muito melhor do que a América do Norte ou Europa, e hoje se destaca como uma das regiões mais fortes para o crescimento econômico. A Nielsen Company realizou recentemente um estudo em quatro países - Brasil, Chile, Colômbia e México - para ver como o aumento da afluência de consumidores no país afetou as taxas de penetração da mídia.

O Chile liderou o grupo quando se tratou da propriedade de computadores domésticos e da penetração da Internet. A propriedade de computadores aumentou cinco pontos em relação ao ano anterior para 57% e a penetração da Internet atingiu 41%, um aumento de seis pontos. Os maiores saltos, entretanto, vieram do Brasil, onde mais da metade (51%) dos domicílios agora possuem computadores, contra apenas 26% no ano anterior, e a penetração da Internet subiu 13 pontos para 31%.

"O crescimento econômico do Brasil está impulsionando o consumo na maioria dos setores, já que os consumidores têm mais dinheiro para gastar, portanto este aumento não é tão surpreendente", disse Roberto Vazquez Ferrero, Diretor Geral da área de telecomunicações da Nielsen América Latina.

A penetração da Internet na Colômbia subiu cinco pontos para 29%, enquanto no México, subiu três pontos para 24%.

As televisões são agora onipresentes nos quatro países, com 98% dos lares possuindo-as. A Colômbia é de longe o líder quando se trata de TV a cabo - 81% dos lares têm assinaturas. Metade (51%) dos lares chilenos são assinantes de TV a cabo. Enquanto isso, apenas um quarto dos lares brasileiros e um terço dos lares mexicanos possuem TV a cabo.

"A principal barreira para a penetração de cabos é o custo do serviço. Eu esperaria que a penetração de cabos aumentasse no Brasil a curto prazo". No México, há muitos operadores de cabo com serviços diferentes. Como eles os empacotam de formas que combinam TV e Internet, tais como os pacotes double e triple play, poderíamos ver uma maior penetração, pois a concorrência leva a preços mais baixos", disse Vazquez.

Chile
2007 2008 2009
TV Convencional 100% 99% 98%
TV por assinatura 41% 44% 51%
Internet 31% 35% 41%
Computador 49% 52% 57%

Brasil
2007 2008 2009
TV Convencional 97% 95% 97%
TV por assinatura 9% 16% 26%
Internet 17% 18% 31%
Computador 25% 26% 51%

Colômbia
2007 2008 2009
TV Convencional 98% 99% 98%
TV por assinatura 78% 81% 81%
Internet 21% 24% 29%
Computador 4% 9% 13%

México
2007 2008 2009
TV Convencional 98% 98% 98%
TV por assinatura 32% 35% 33%
Internet 17% 21% 24%
Computador 30% 33% 32%

Fonte: A Empresa Nielsen

Notas: A penetração da Internet refere-se aos lares que são atendidos. Exclui usuários que a utilizam fora de casa (por exemplo, cibercafés, escritórios, etc.). Na Colômbia, a penetração de computadores inclui apenas laptops, e não desktops