Pular para o conteúdo
Centro de Notícias >

Declaração da Nielsen a respeito da atribuição de classificações de rede

2 minutos de leitura | Outubro 2014

Em resposta às recentes irregularidades de classificação, a Nielsen conduziu uma extensa investigação interna de nossos sistemas e processos. Em 6 de outubro de 2014, descobrimos um erro técnico que afetou as classificações da rede nacional de televisão durante vários meses.

O erro técnico foi introduzido em 2 de março de 2014, e era geralmente imperceptível até que vimos altos níveis de visualização associados à semana de estréia da temporada de outono. Como resultado, pequenas quantidades de audiência para algumas redes nacionais de transmissão e sindicalistas foram mal atribuídas. As redes a cabo e as classificações da TV local não foram afetadas por este erro.

Uma correção de software para corrigir o problema foi implantada em 9 de outubro de 2014, o que significa que todos os dados que estão sendo liberados hoje e que vão adiante estão corretos.

Além disso,

  • Todos os dados comerciais - inclusive o C3 - para a atual temporada de TV, que começará a ser lançada neste fim de semana, estarão corretos.
  • Todos os dados lançados anteriormente desde 22 de setembro serão reprocessados e reemitidos até 17 de outubro de 2014.
  • Também reprocessaremos todos os dados impactados desde 18 de agosto de 2014, quando foi transmitido o primeiro programa da nova estação de transmissão em rede. Estes dados serão reemitidos até 31 de outubro de 2014.
  • A Nielsen também está realizando uma análise de impacto para determinar se semanas adicionais devem ser reprocessadas. Trabalharemos de perto com nossos clientes e a indústria para fornecer atualizações o mais rápido possível.

Esta questão tem a ver com conteúdo difícil de atribuir chamado "todas as outras sintonizações com código" (AOT com código). Estes dados representam entre 0,1% e 0,25% de todos os minutos de visualização que creditamos a nível nacional. Na grande maioria dos casos, o impacto é pequeno; em um punhado de casos, o impacto é mais significativo. 

Como parte de nossa investigação, também determinamos que não há problemas com o Medidor Nacional de Pessoas, nosso processo de coleta de dados, nosso painel, nossa metodologia de medição de audiência de TV ou os dados totais dos espectadores de TV produzidos durante este período afetado.

Estamos trabalhando de perto com nossos clientes para administrar esta situação e continuaremos a ser transparentes com a indústria e a mídia sobre nossos planos. Além disso, empreenderemos um exaustivo pós-morte - internamente e com nossos clientes - e estamos pedindo à MRC que se junte a nós nesses esforços. 

A Nielsen está comprometida em manter os mais altos padrões de medição de audiência de televisão e processamento de dados, a fim de fornecer as soluções mais eficazes de medição de audiência para atender às necessidades dos clientes.

CONTATO

Ben Billingsley, Ben.Billingsley@nielsen.com, 917-826-1103